História

QUEM SOMOS

Os adventistas do sétimo dia começaram sua busca por uma educação integral e de qualidade, com o propósito de oferecer aos seus filhos o preparo acadêmico em conformidade com os princípios cristãos. Em 1875, a Educação Adventista teve seu início com a abertura do Battle Creek School, Michigan, que se destinava a atender os níveis elementares e secundários do Ensino Básico. Desde que surgiu, a rede ampliou sua atuação em todos os continentes, expandindo sua clientela a todos aqueles que simpatizam com sua filosofia e seus métodos.

MISSÃO

Promover, através da educação cristã, o desenvolvimento integral do educando, formando cidadãos autônomos, comprometidos com o bem-estar da comunidade, da pátria e com Deus.

VISÃO

Ser um sistema educacional reconhecido por sua excelência, fundamentado em princípios bíblico-cristãos.

OBJETIVOS

Promover o reconhecimento de Deus como fonte de toda sabedoria
Reconhecer e aplicar a Bíblia como referencial de conduta
Estimular o estudo, a proteção e a conservação da natureza criada por Deus
Empreender o fortalecimento e o desenvolvimento da mente em favor do bem comum, tendo como ferramenta diferentes fontes de comunicação, informação e recursos tecnológicos
Promover a aquisição de hábitos saudáveis por meio do conhecimento do corpo e das leis que o regem
Oportunizar o desenvolvimento do senso crítico, da criatividade, da pesquisa e do pensamento reflexivo
Incentivar o serviço desinteressado nos deveres práticos da vida diária, na sábia escolha profissional e na formação familiar, no serviço a Deus e à sociedade
Promover a autonomia e a autenticidade ancoradas nos valores bíblico-cristãos
Favorecer o desenvolvimento da autoestima positiva, do sentido de aceitação e de segurança
Resgatar a prática da regra áurea nos relacionamentos interpessoais: amar ao próximo como a si mesmo

O QUE A EDUCAÇÃO ADVENTISTA PENSA SOBRE RELIGIÃO?

O termo religião comumente é usado referindo-se a alguma denominação específica. Assim, se alguém pergunta a uma pessoa “qual a sua religião?”, ela responderá: “A minha religião é a Católica”; ou, “A minha religião é a Batista”; ou, “A minha religião é a Adventista”; e assim por diante.

Contudo, seu significado e propósito vão além desse uso. Derivado do latim religare, religião é um termo que dá a idéia de “religar”, “restabelecer”, “reconectar”, no sentido de resgatar um relacionamento anteriormente existente, mas que foi interrompido por algum motivo.

No âmbito espiritual, refere-se ao ato do ser humano restabelecer o relacionamento com um Ser Divino, Deus. De modo geral, as escolas estão interessadas em oferecer aos estudantes os conteúdos de cada disciplina, o que entendem ser um programa de educação.

As Escolas Adventistas fazem algo mais, entendem o estudante como um ser humano integral, pleno, holístico, ou seja, alguém dotado das capacidades físicas, cognitivas, emocionais, sociais, espirituais e que, como tal, deve ser atendido em todas essas dimensões no seu processo educacional.

Afinal, ao ir para a escola ele não leva consigo apenas uma ou duas dessas dimensões e deixa as outras à parte. Ao ir para a escola ele vai como é: um ser humano. Com essa compreensão, a Escola Adventista busca proporcionar, em seu programa de educação, todas as informações necessárias para que o estudante se desenvolva plenamente.

Assim, ele tem acesso aos conteúdos propostos para o aprendizado em cada disciplina (âmbito cognitivo), participa de diversas atividades, como esportivas, sociais, ambientais, arte, lazer e muitas outras (âmbito físico, social e emocional), e também é estimulado a restabelecer e desenvolver amizade com Deus, por meio das aulas de Ensino Religioso, programações especiais e outros procedimentos (âmbito espiritual).

Quando uma pessoa se dispõe a religar-se a Deus, a restaurar esse relacionamento de amizade, é comum que as atitudes de sua vida passem a ser pautadas pelas orientações estabelecidas por Ele, e o que se percebe quando isso ocorre é que a qualidade de vida dessa pessoa modifica-se para melhor, sensivelmente, nos diversos aspectos (saúde, intelecto, relação interpessoal, relacionamento familiar, objetivos de vida, cuidados ambientais e tantos outros).

Oferecer ao estudante uma educação que se limita à transmissão do conhecimento apresentado nos livros, e às explicações desses conteúdos é importante, mas, é deixar de olhar o aluno como de fato ele é. E, negar-lhe o conhecimento de Deus e de Suas orientações, é privá-lo de um conhecimento que proporciona possibilidades de ampliar sua qualidade de vida.

A Escola Adventista vai além. Ela busca olhar e atender o estudante enquanto ser humano, em toda sua completude. Ela oferece o conhecimento necessário para o desenvolvimento cognitivo/intelectual, pratica as atividades apropriadas para o desenvolvimento físico e social, proporciona as relações necessárias para a estruturação emocional, e também oferece o incentivo adequado para a satisfação das necessidades do âmbito espiritual, para o religare.

Assim, por entender que educar é preparar a pessoa para os diversos aspectos da vida, é que a Escola Adventista tem estreita relação com a religião, e estimula sua prática. E a sua visão em relação à religião é aquela exposta acima, de que ela é mais do que o nome de uma denominação, mas uma experiência pessoal de retorno à amizade com Deus, de ter com Ele um relacionamento que promova qualidade de vida e expectativas positivas quanto ao futuro.

NOSSA HISTÓRIA


O Colégio Adventista de Campo Mourão, situado na Rua Roberto Brzezinski, 1509 foi fundado em 29 de novembro de 1956 e adquiriu sua Licença de Funcionamento nº 444, sob o nome de ESCOLA ADVENTISTA HUGO GUEGEMBAUER.

Mantida pela ASSOCIAÇÃO PARANAENSE DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA, com a sede à Rua Brigadeiro Franco, 1275 – Curitiba, fundada a 25 de janeiro de 1940. Esta Associação mantém um Sistema Educacional de Escolas de 1º e 2º graus, regido pelo Regimento Escolar único das Escolas Adventistas do Paraná.

Até 1973, a Escola Adventista de Campo Mourão, manteve o ensino de 1º Grau Incompleto (1ª à 4ª séries). Com o passar dos anos, cresceu e expandiu-se, instituindo 5ª série em 1974, dentro da Reforma de Ensino. Em 1985 sofreu alteração de nome passando a denominar-se ESCOLA ADVENTISTA ENSINO PRÉ-ESCOLAR E 1º GRAU, depois passou a ser ESCOLA ADVENTISTA ENSINO FUNDAMENTAL DE CAMPO MOURÃO.

Seu planejamento da lei 5692/71, foi aprovado pelo parecer 104/76 a homologado pela Resolução nº 198/77, publicada em Diário Oficial do 1º de marco de 1977. Reconhecido oficialmente pela Resolução 3.294 de 30.10.91 – Autorização de Funcionamento e Resolução 2.545 de 24.09.1982 – Reconhecimento de Estabelecimento e Reconhecimento do Curso.

No decorrer da História, a escola foi crescendo, houve, portanto a necessidade de implantar o ensino médio, ampliando então o quadro docente e técnico administrativo, permanecendo, porém o objetivo: “ENSINANDO VALORES, CONSTRUINDO VENCEDORES”.

Aprovada em outubro de 2002, pela resolução 4639/02, passou a ser ministrado, reconhecidamente no ano de 2003, neste estabelecimento o 1º ensino médio, já no ano de 2004, o 1º e 2º ensino médio, e em 2005, o 1º, 2º e 3º ensino médio.

Desde então, o COLÉGIO ADVENTISTA vem marcando presença na sociedade educativa social e pedagógica mourãoense, com várias turmas de Ensino Médio já formadas, e oferecendo condições para que o educando atue conscientemente na realidade em que vive.
Mantemos atualmente a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio nos períodos matutinos e vespertinos, além dos cursos preparatórios para o PAS-UEM, pré-vestibular e ENEM.
 

EMÍLIA KENNERLY DE CASTRO

1956

ITANIL BENTO DE ASSIS

1958

MOISÉS CREMONEZZI

1974

BRUNO BARTZ

1977

GERALDO OLIVEIRA

1981

ANTÔNIO FÁVARO FILHO

1981

MARIA ANTONIA

1984

MANOEL CARDOSO

1984

IRINEU SOUZA

1985

CIRILO FONSECA LOPES

1986

EUCLIDES DELBONE

1993

DALTON PRATES REIS

1994

RUI MANOEL MENDONÇA LOPES

1995

PAULO OCIMAR BORBA

1999

GILBERTO CANDIDO ALVES

2000

ANTÔNIO CHAVES BARRETO

2004

NEUZA MAZZO ESPÍNOLA

2006

WALDOMIRO DOMINGOS DOS PASSOS

2008

LINDALVA LOBATO ACCACIO

2009

TELMA ALEXANDRE DA SILVA

2014